A natureza da inovação:

biomimética para marcas e negócios do futuro

Fred Gelli, Designer



NICÁSSIA SEGUIR
OUTROS PROJETOS DE NICÁSSIA Marketing de Guerrilha e Interações Sensíveis
OUTROS PROJETOS DESTE CURSO Comunicação simples e eficaz via Whatsapp

O PROJETO

A MARCA E A BIOMIMÉTICA

02 de Março de 2021 0 0
O que foi feito: Desenvolver uma pesquisa que viesse relacionar os seguintes temas: a marca, biomimética e Teoria do Consumo Cultural à luza da semiótica.

Porque - O curso foi realizado para aprimorar os meus conhecimentos sobre a relação existente entre Marca e Biomimética, para auxiliar o desenvolvimento de orientação de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da área de Administração do IF Sudeste MG - Campus Barbacena - MG, juntamente com o aluno Giovani Abrantes Flisch .

Como: Auxiliar o desenvolvimento de uma pesquisa intitulada em "A MARCA E A BIOMIMÉTICA - UMA ANÁLISE POR MEIO DA SEMIÓTICA PEIRCIANA DAS MARCAS DOS PARQUES ECOLÓGICOS DE MINAS GERAIS" que visa relacionar os temas das Marcas de Parques ecológicos com a Biomimética e o método da Semiótica Peirciana.

O Resumo do Estudo: Uma boa gestão da marca constitui uma importante vantagem competitiva para uma empresa. Neste sentido, os gestores de marca vêm se empenhando cada vez mais em proporcionar uma comunicação de valor da marca, bem como em criar uma Cultura de Consumo (Consume Culture Theory - CCT), dentro de uma sociedade na qual as mudanças sociais, culturais, econômicas e políticas, acontecem de forma cada vez mais rápida. O trabalho apresenta um diálogo entre a Biomimética e a Semiótica Peirciana no sentido de criar uma marca dotada de significado para as unidades de conservação no Estado e Minas Gerais. Dessa forma, diante desse cenário é relevante promover uma reflexão sobre como a Biomimética se apresenta como uma importante ferramenta geradora de significado e a Semiótica, mais precisamente a Teoria dos Signos de Chales Sanders Peirce, constitui uma importante ferramenta de análise e para transmissão do significado através da comunicação entre o signo, o objeto e o interpretante. Portanto, o objetivo Geral do presente estudo visa mapear os parques existentes como áreas protegidas no Estado de Minas Gerais, para identificar as suas Logomarcas com a finalidade de gerar um corpus de estudo como base para realização da análise semiótica no Modelo Peirciano, numa abordagem biomimética, para apresentar os significados que emergem desses símbolos. A metodologia utilizada é método de análise semiótica de Peirce proposto por Santaella (2002). Foram analisadas, assim, as logomarcas dos Parques Estaduais do Estado de Minas Gerais e seus potenciais comunicativos e contribuição para a criação de uma cultura de consumo baseada no turismo ecológico, sobre a ótica do referencial teórico abordado pela biomimética. Sendo assim, a manifestação da Biomimética nos elementos signicos que compõe suas logomarcas é maior, mas ao comparar os resultados encontrados, pode-se perceber que embora a biomimética seja uma rica fonte de signos geradores de significados, as possibilidades ainda são pouco exploradas.

O Trabalho de TCC foi concluído e virou um artigo publicado no XVII SEGeT será “Cultura ágil e seu impacto nas organizações” - 2020 com o mesmo título (Disponível em https://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos20/20530293.pdf )


O que você achou deste projeto?

Deixe aqui a sua mensagem