Caligrafia:

arte e técnica com caneta paralela

Rafael Costa, Designer e Ilustrador



JOÃO GETULIO SEGUIR
OUTROS PROJETOS DE JOÃO GETULIO VIVA GONZAGA!
OUTROS PROJETOS DESTE CURSO Logotipo

O PROJETO

Simples palavras

19 de Outubro de 2017 3 1
Para este projeto de caligrafia, segui a dica do professor e escrevi palavras únicas. A única caneta paralela que consegui adquirir em minha cidade foi uma do tipo “sakura”, com ponta de 3 milímetros; consequentemente, não foi possível elaborar letras muito grandes. Cheguei a fazer uma caneta paralela artesanal, que não foi utilizada para este projeto, mas nada impede que seja futuramente. Confesso que tive muita dificuldade no desenho de algumas letras, principalmente o “s” minúsculo, o “t” minúsculo e o “R” maiúsculo. Para a letra “z” minúscula tive que fazer em um traçado próprio. A regra da mão livre para a caligrafia é um mundo novo para quem está acostumado a escrever com a mão colada no papel, como eu. Complementei com efeitos de luz e sombra como ensinados pelo professor, mas acrescentei cor aos papeis com pastel seco. Há algumas falhas de traçado, mas como se trata de um primeiro projeto, considero que é válido. Caligrafia é prática e paciência, e isto é um primeiro passo. Nesta singela homenagem ao grande cantor Raimundo Fagner, escolhi cinco títulos de músicas que falam diretamente ao coração: “Retrovisor”, que na minha humilde opinião é uma das músicas mais belas já feitas sobre o amor viajante (como não se emocionar com os versos 'Mas de repente a velocidade chora/ Não vejo a hora de voltar pra casa/ A luz do teu olhar no fim do túnel/ E no espelho a minha solidão')?. Também há os títulos “Canteiros”, “Deslizes”, “Revelação” e “Pensamento”, músicas que são representantes legítimos do gênero da ‘sofrência’, muito antes desta palavra existir e virar moda, e com doses mais explícitas de poesia.


O que você achou deste projeto?

Deixe aqui a sua mensagem



Inacio Oliveira

Projeto massa! Com excelentes referências da música popular brasileira. Parabéns!

21 de Outubro de 2017