O mundo dos fotolivros:

história e tradição

Horacio Fernández, Historiador



CONTEÚDO DO CURSO

13 vídeos 01h 12m Acesso ilimitado por 12 meses 7

Se você se interessa por fotografia e tem vontade de aprender mais sobre a história dos fotolivros, este é o seu curso.

Horacio Fernández, historiador da fotografia e professor na faculdade de Belas Artes de Cuenca na Espanha, traça um panorama histórico do surgimento e da evolução dos fotolivros, que têm se tornado a peça principal do trabalho de muitos fotógrafos.
O curso é dividido em 13 aulas online que irão ilustrar as diversas definições de fotolivro ao longo do tempo, seus diferentes tipos e temas, suas principais características no cenário atual, além da influência de novas tecnologias na maneira de produzir e apresentar imagens no formato de fotolivros.

- Entenda o que é um fotolivro e conheça os conceitos que definiram este tipo de publicação desde o seu surgimento;
- Conheça algumas das principais publicações que fazem parte da história dos fotolivros latino-americanos;
- Veja como o processo de criação de fotolivros vem sendo impactado por mudanças tecnológicas, trazendo diferentes possibilidades de experiência tanto para quem produz, quanto para quem consome esse tipo de trabalho;
- Acompanhe Horacio em uma visita a um sebo de São Paulo, na qual ele discute a relevância desse tipo de ambiente como uma rica reserva e fonte de aprendizado, analisa alguns fotolivros, e fala sobre a relação com esse tipo de publicação do ponto de vista do colecionador;





Horacio Fernández Historiador

Professor na Faculdade de Belas Artes de Cuenca (Espanha), Horacio Fernández escreve sobre história da fotografia, fotolivros e artes visuais contemporâneas. Entre 2004 e 2006 foi comissário geral do PhotoEspaña, em Madrid. Realizou a curadoria de várias exposições, incluindo Fotografia pública (1999-2000) e El Fotolibro Latinoamericano, premiado no Rencontres d’Arles como melhor livro do ano. Seus mais recentes trabalhos de exposição incluem Photobooks: Spain 1905-1977 no museu Reina Sofía (2014), e Miserachs Barcelona no MACBA (2015), na qual o fotolivro foi um elemento central.