Minha Conta

Menu

Área do Cliente

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Jornada Enriquecimento criativo e referências transversais

Presentar

O que você vai aprender:

São 11 cursos para você desenvolver a criatividade e lidar com os desafios dos novos tempos

Aprenda a pensar fora da caixa e levar a sua carreira para o próximo nível

 

Estamos vivendo novos tempos, o mercado está cada vez mais competitivo e se você não aprender a inovar no seu trabalho fica muito difícil fazer contribuições relevantes com consistência. Os métodos tradicionais não funcionam tão bem e o que era um diferencial, hoje se tornou pré-requisito.

 

O mundo exige que você busque novas referências e aprenda a unir diferentes áreas de conhecimento e habilidades em projetos mais criativos e memoráveis.

 

Talvez você ainda tenha a falsa impressão de que a criatividade é para pessoas selecionadas, que é um dom, uma questão genética ou até mesmo sorte.

 

E se a gente disser que não tem a ver com nada disso, e que você também pode se tornar uma pessoa mais criativa? Através de exercícios e práticas que irão transformar a forma que você vê o mundo.

 

Existem métodos que irão mudar a sua percepção das coisas e te ajudar a enxergar oportunidades onde antes você não via. E a Saibalá preparou um programa de cursos que te ensina tudo isso!

 

Pensando na criatividade como uma questão evolutiva, nós desenvolvemos uma jornada de cursos para te ajudar com o desafio da reinvenção profissional e da necessidade de desenvolver suas habilidades criativas.

 

Uma jornada que vai te ajudar a quebrar o bloqueio criativo de uma vez por todas.

  • Descubra a ciência que existe por trás do processo criativo
  • Como aprimorar a sua percepção e olhar crítico para o mundo
  • A importância de criar uma base de referências criativas
  • A natureza como forma de inspiração
  • Quebrando o bloqueio criativo
  • Aprendendo a fugir do senso comum e obter melhores resultados
  • E muito mais!

 

A Jornada de Enriquecimento Criativo foi preparada para que você aprenda na prática, com especialistas que já fazem isso há anos e vão compartilhar os segredos e técnicas que os ajudaram a consolidar sua carreira.

Para quem?

É indicado para quem deseja estar em constante aprendizado e adaptação e entende a importância de se reinventar para se destacar no mercado, buscando fugir do tradicional e ser mais criativo.

PROFISSIONAIS DO MARKETING

Para aqueles que desejam inovar na comunicação e posicionamento de uma marca ou projeto, aprender a gerar grande impacto no consumidor e com poucos gastos.

ARTISTAS

Para quem deseja adquirir uma nova percepção sobre projetos artísticos, aprender a lidar com as adversidades que podem aparecer durante o processo criativo e expressar suas ideias com originalidade.

DESIGNERS

Para quem deseja quebrar os bloqueios criativos e aprender a construir soluções mais criativas, auxiliando na consolidação da imagem de uma marca, desenvolvimento de peças gráficas e projetos visuais.

Jornada Enriquecimento criativo e referências transversais

Presentar

Conheça os professores:

Mario Narita

Mario Narita possui MBA pela Berlin School em Creative Leadership, formado em Propaganda e Publicidade na ECA/USP, recebeu uma bolsa de estudos no Japão pela Japan Package Design Association e trabalhou em grandes agências como: Norton, Alcântara Machado Periscinoto, Proeme, DPZ, SAO e MPM. No início de 1998, abriu a sua própria agência e ao longo da sua trajetória construiu um portfolio de inquestionável respeito.

Sergio Klepacz

Sergio Klepacz se formou em medicina pela faculdade de medicina da PUCSP em 1980. Fez residência em Psiquiatria pela Santa Casa de SP em 1982, e tornou-se Mestre em psicofarmacologia pela UNIFESP em 1987. Pós graduado senso latu em Ortomolecular desde 2003, é Diretor da clinica Totalbalance medicina integrada em SP.

André Rabanea

André foi para Lisboa com 21 anos para passar 3 meses e acabou ficando 10 anos, fundou a Torke, que foi a mais premiada agência de marketing de guerrilha do mundo, neste período foi júri dos principais festivais de criatividade incluindo Cannes, D&AD, EL OJO… Considerado um empreendedor serial, já teve mais de 10 empresas nas áreas de inovação, disrupção e criatividade espalhadas pelo globo (Brasil, Portugal, Turquia, Bélgica e Qatar).

Em 2014 criou junto da Torkecc a metodologia IDEATORS, que foi validada pela Harvard University no ano passado, foi descrita pela instituição como uma “evolução do design thinking.”
Hoje está focado em levar a metodologia Ideators para pessoas e empresas que buscam serem mais criativos através de jogos e co-criação.

Para conhecer mais trabalhos do André Rabanea, confira:
@rabanea

Carlos Motta

“Quando pequeno, tive uma relação bem conturbada com o aprendizado. Pela família, tentei cursar direito e publicidade, mas ambos vendiam coisas em que eu não acreditava. Quando conheci Marcenaria tudo mudou e nunca tive tanta vontade de estudar. Desde então, luto pelo aprendizado associado ao prazer.”

Carlos Motta é um premiado designer e arquiteto formado pela FAU/Brás Cubas. Hoje, suas peças podem ser encontradas em locais como o Palácio da Alvorada, o MAM e a Basílica de Nossa Senhora Aparecida.

Max Pam

Fotógrafo há mais de 40 anos, Max Pam possui uma identidade única, expressada através de um mix de fotografia e autobiografia.

No aspecto fotográfico de seu trabalho, combina um interesse pela representação instantânea e o “momento decisivo” pseudo-documental, com outras formas de documentação, como imagens de pequenas lembranças, desenhos e relatos escritos de seu cotidiano.

Seu primeiro livro “Going East: Twenty Years of Asian Photography” (1992) ganhou o prestigioso prêmio europei “Prix du Livre” e seu mais recente trabalho “Atlas Monographs” (2009) recebeu o prêmio internacionnal “Photo Book Prize” de 2010, na Photoespana em Madrid.

Marcelo Brodsky

Marcelo Brodsky, artista visual e fotógrafo argentino, trabalhou com artes visuais durante toda sua vida. Estudou economia na Universidade de Barcelona e fez a formação em fotografia no Centro Internacional de Fotografia de Barcelona.

É um dos articuladores do Fórum e da Bienal de São Paulo-Valência, além de ser um dos sócios e fundadores do banco de imagens Latinstock, com base em São Paulo, Argentina e Espanha. É também um dos fundadores do Parque de la Memoria, em Buenos Aires, monumento construído em homenagem às vítimas da ditadura na Argentina.

Fred Gelli

Fred Gelli é cofundador e CEO da Tátil Design, consultoria estratégica que usa o design para criar conexões sustentáveis ​​entre pessoas e marcas, como Coca-Cola, Netflix, P&G, Natura e TIM.

Ao longo de sua trajetória de 30 anos, ele coletou mais de 100 prêmios nacionais e internacionais, incluindo: iF Design Award, IDEA USA, D&AD e Cannes Lions. Participou como jurado em alguns dos mais importantes prêmios internacionais de design, como D&AD (2007), 55th Cannes Lions (2008) e Jury President no Dubai Lynx International Festival of Creativity (2016).

Sua mais recente conquista foi projetar as marcas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 ™ e ser Diretor de Criação das Cerimônias Paraolímpicas de Abertura e Encerramento do Rio 2016 ™.

Em 2016 foi homenageado como comandante da Ordem do Mérito Cultural pelo Ministério da Cultura e premiado com Design Profissional pela ABP – Associação Brasileira de Publicidade. No mesmo ano, também foi considerado pela Design Week um dos 10 Designers Mais Influentes do Mundo.
Em 2014, Fred foi incluído no ranking da Fast Company das 100 Mais Criativas do mundo e a Tátil foi uma das 10 empresas mais inovadoras da América do Sul.

Há 18 anos, Gelli leciona Ecodesign e Biomimética na PUC Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.
Palestrante em diversos congressos nacionais e internacionais relacionados a Design, Branding e Sustentabilidade

Para conhecer mais trabalhos do Fred Gelli e Tátil Design, confira: https://tatil.com.br/

Gal Oppido

“Acredito que vivemos um período muito interessante do processo de captação de imagens, em que a libertação de vários procedimentos técnicos permite que as fotografias passem a refletir mais o olhar e experiências únicas de cada um, ao invés da sua capacidade de adquirir equipamentos muito sofisticados.”

Gal Oppido é um premiado fotógrafo que desenvolve trabalhos nos campos das artes cênicas, expressões corporais, arquitetura e publicidade. Realizou exposições no Brasil e na Europa.

Graduado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo.
Docente da disciplina de Linguagem Visual na Faculdade de Arquitetura da Universidade Católica de Campinas. 1979-1990
Fotógrafo do Teatro Municipal e do Balé da Cidade de São Paulo de 1989 a 1993.
Fotógrafo colaborador da Vogue Brasil, 1990-2000.
Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) 1991.
Melhor fotógrafo pelo conjunto da obra.
Prêmio “Best of Category 2001 – Printing Industries of América”. Projeto gráfico e fotografias do portfólio da Editora Gráfica TAKANO, Chicago, EUA.
Ministra curso de Linguagem fotográfica no Museu de Arte Moderna de São Paulo – MAM-SP desde 2001.
Ministrou workshops e palestras em diversas instituições culturais.

Para conhecer mais trabalhos do Gal Oppido, confira http://www.galoppido.com.br/

Baixo Ribeiro

Baixo Ribeiro estudou arquitetura e urbanismo na FAUUSP (1982-86). Em 2003 fundou a Editora e Galeria Choque Cultural e tem promovido com sucesso cena da Arte Urbana no Brasil e no mundo.

Trabalha regularmente, como curador de programas de residências, vivências, seminários, intervenções urbanas e exposições no Brasil e fora, em associações com instituições, como MASP, MINC, USP, APEX, CCBB, CCBNB, SESC entre outras.

Em 2012 recebeu o Prêmio APCA (prêmio ‘revelação’ Stephan Doitschinoff, na Exposição “De Dentro Para Fora”, no MASP, São Paulo). Em 2013, o Instituto Choque Cultural foi indicado para o Prêmio Governador do Estado, como Melhor Instituição Cultural. Em 2015, o Instituto Choque Cultural recebeu o Prêmio Melhor Tecnologia Social para o Ambiente Urbano da Fundação Banco do Brasil.

Gustavo Piqueira

“Tornei-me designer gráfico quando entendi que ser designer significa ser responsável pela elaboração da linguagem visual de quase tudo. Percebi aí a oportunidade que eu teria de, através do meu trabalho, viver diversos mundos, conversar com diversas pessoas, e inserir a minha visão pessoal em diversos projetos.”

À frente da Casa Rex, Gustavo Piqueira já recebeu mais de 500 prêmios internacionais de design gráfico. Sua vasta área de atuação é reflexo do modo como enxerga design: como um diálogo. Quanto mais se dialoga, mais rica torna-se a experiência profissional. Como frutos dessa postura, assistimos não apenas seu livre trânsito por todas as áreas do design gráfico, mas também a remoção das habituais fronteiras da profissão, expandindo sua atuação por ilustrações, objetos, tipografia e culminando nos 30 livros de sua autoria já publicados (que você pode conhecer clicando aqui), todos marcados pela livre mistura entre design, história, arte e literatura.

A Casa Rex já foi reconhecida, consecutivas vezes, como a melhor agência de design brasileira.

Antonio Peticov

O domínio do uso da cor é uma das principais características do artista plástico paulista Antonio Peticov. Autodidata, nunca teve aulas formais de arte, mas desenvolveu uma rara consciência do que significa a atividade criativa – e da sua importância para o mundo, valorizando a capacidade de cada indivíduo de escolher o que deseja fazer.

Preparamos uma Jornada com vários cursos para você construir um olhar inovador e mais criativo para lidar com os problemas dos novos tempos!

Confira tudo o que você vai aprender!

Confira tudo o que você vai aprender:

    Saiba mais sobre a ciência que enxerga os fenômenos da natureza como fontes de inspiração para a criatividade.

  • Fred Gelli traz cases de grandes marcas com as quais já trabalhou como Coca-Cola, Netflix, P&G e Natura, utilizando o design para criar conexões mais sustentáveis;
  • Aprender com a natureza funcionalidades inovadoras e capazes de sobreviver a um ambiente de mercado cujas crescentes adversidades exigem constante transformação e adaptação;
  • Abordar no Marketing um novo pensamento que saiba entrelaçar a dinâmica dos novos tempos com os atributos da marca.

    Descubra como exercitar o pensamento inovador e estimular a criatividade.

  • Em um cenário tão competitivo, como fazer para me destacar no mercado?;
  • As armadilhas do processo criativo e como evitá-las;
  • Como utilizar as adversidades e frustrações a favor da criatividade?
  • A neurociência por trás da criatividade.

  • Gal Oppido, um dos mais premiados fotógrafos conta sobre sua experiência e carreira na fotografia;
  • Como exercitar o olhar fotográfico;
  • Como extrair novas leituras de objetos e seus significados;

    Aprenda o passo a passo da construção de um ensaio fotográfico

  • Max Pam, fotógrafo há mais de 40 anos, compartilha toda a sua experiência em fotografia e ensaios;
  • A importância de se colocar como um turista no ambiente fotográfico;
  • Descobrindo a originalidade que está dentro de você.

    A importância do exercício de releitura de obras para o treinamento do seu olhar criativo.

  • Antonio Peticov, um profissional autodidata, conta sobre sua experiência como pintor, desenhista, escultor e gravurista;
  • A importância das referências e como utilizá-las em seus projetos;
  • Como enriquecer a sua base de referências como artista.

    Como a arte pode transformar lugares

  • Baixo Ribeiro, fundador da editora e galeria Choque Cultural, compartilha sua visão sobre o papel da arte na construção de um espaço público melhor;
  • O papel de museus e outras instituições artísticas na melhoria das cidades;
  • Distinções entre graffiti e grafite, reflexões sobre a flexibilidade dos espaços públicos e privados, explicação sobre as diversas linguagens que compõem o quadro contemporâneo da arte urbana.

    A arte como forma de expressão e crítica

  • Marcelo Brodsky, artista visual e fotógrafo argentino, sócio fundador do banco de imagens Latinstock, compartilha os projetos que participou e sua visão sobre o papel da arte na sociedade;
  • Entenda o processo de ressignificação de fotografias que ocorre através de recursos como intervenções artísticas nas imagens;
  • Construção de um arquivo pessoal de imagens.

    Explorando conceitos e técnicas do mundo do design gráfico

  • Carlos Motta, um design premiado, conta sobre sua trajetória e processo de formação de carreira;
  • Panorama do mundo do design gráfico;
  • Aprender como o design pode permear a arte e como o ativismo ambiental pode transformar a sua carreira;

    O guia de sobrevivência para um designer gráfico

  • À frente da Casa Rex, considerada diversas vezes como a melhor agência de design do mundo, Gustavo Piqueira já recebeu mais de 500 prêmios internacionais de design gráfico e compartilha sua experiência na área.
  • Como lidar com as limitações técnicas, sejam elas de verba, prazo ou outros impedimentos;
  • A importância de conhecer o público final para a definição de elementos que componham o projeto gráfico;
  • Como ter um olhar crítico para o próprio trabalho, o que é fundamental para o desenvolvimento pessoal e profissional.

    Aprenda a se conectar emocionalmente com o seu consumidor e cultivar clientes apaixonados pela sua marca.

  • Aprenda os 4 pilares do processo límbico através dos cases da Ambev, Dona Benta, Quaker, entre outros;
  • Fundamentos para a construção de uma identidade visual marcante;
  • Como trabalhar o posicionamento de marca, produto ou serviço perante os diferentes públicos.

    Aprenda com André Rabanea a metodologia Ideators, validada e descrita como “revolução do Design Thinking” pela universidade de Harvard.

  • Como realizar divulgações gigantescas sem investir a verba requerida por veículos de mídias tradicionais;
  • Como fugir do senso comum e atingir os melhores resultados possíveis;
  • Acompanhe as ideias por trás de cases realizados para os canais FOX, Kibon, Rexona, Peugeot, Câmara de Lisboa, entre outros.

Jornada Enriquecimento criativo e referências transversais

Presentar