Minha Conta

Menu

Área do Cliente

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Designer de mão cheia

Novos caminhos e técnicas para conseguir mais trabalho como Designer

Aprenda as técnicas que estão sendo mais demandas por clientes!

Presentar
Categorias: ,

Transforme seu aprendizado em uma jornada!

Os cursos da Saibalá foram organizados em um formato mais completo e engajador. Conheça a nossa jornada de aprendizado.

O mercado de cursos oferece hoje uma ampla gama de opções para quem procura especialização. Mas como fazer a melhor escolha para seu tempo e investimento? Com o objetivo de oferecer uma experiência de ensino mais completa e engajadora, a Saibalá reuniu seus cursos em unidades interconectadas.

Nasceram, assim, as jornadas de aprendizado. Desenvolvidas com técnicas inovadoras, as nossas jornadas são comandadas por profissionais experientes e treinados para oferecer uma visão ampla e objetiva sobre sua área de interesse, com o dinamismo que você precisa.

Impulsione sua carreira com conteúdo de alta qualidade e um formato adaptado à sua rotina!

O que você vai aprender:

Você se reconhece nessa situação?

Você entrega mais uma peça e fala para o seu cliente: “quando precisar de novos trabalhos, pode me chamar!” Mas lá no fundo, você não faz ideia de quando ele vai precisar de você de novo.

 

E então, como vários outros clientes, ele não te chama por um bom tempo.

Agora compare essa situação com a de um designer que está sempre fazendo novas ofertas e tem uma fila de gente querendo trabalhar com ele. 

 

Independente de onde você esteja agora, saiba que seus clientes podem estar precisando muito de você. Só que talvez você (ainda) não tenha a expertise necessária para aumentar o valor do ciclo de vida de cada um deles.


Entra em cena o programa Designer de Mão Cheia.

 

Com este programa, você vai aprender a resolver problemas e desenvolver projetos que vão muito além dos jobs pontuais. Vai preparar o terreno para ampliar seu portfólio com serviços de alto valor agregado.

Você pode até se especializar em alguma área e fazer propaganda disso como uma estratégia de posicionamento..

… Mas quando você tem mais que uma ferramenta no seu arsenal, isso te possibilita fazer uma série de ofertas no “backend” do seu negócio e ajudar seus clientes ainda mais.

 

Só para você ter uma ideia: trabalhos como infográficos e design de sinalização são cada vez mais demandados. Um infográfico pode custar de R$1.000,00 a R$5.000,00, e um projeto de sinalização, dependendo do tamanho, pode ir de R$2.000,00 a R$15.000,00.

E esses são só alguns exemplos do que você vai ser capaz de entregar.

 

Como Designer de Mão Cheia, você terá acesso a 12 cursos com profissionais renomados em suas respectivas áreas que ensinarão diferentes técnicas de design de alto valor para ampliar seu portfólio. E o acesso é vitalício: você pode ver, aplicar, rever e se aprimorar pelo tempo que precisar.

Para quem?

Para profissionais que desejam aumentar seu portfólio e consequentemente, ampliar sua oferta, fidelizar e aumentar o ticket médio de cada cliente.

DESIGNERS

Seja reconhecido e se torne um designer gráfico mais completo para atender mais clientes e melhor.

ILUSTRADORES

Amplie sua visão sobre conceitos de design gráfico e aprenda técnicas como lettering, caricatura em aquarela e infodesign que atraem novas oportunidades de trabalho.

PROFISSIONAIS DE CALIGRAFIA E LETTERING

Amplie seu conhecimento de design e comunicação, além de adquirir novas técnicas que aumentam suas oportunidades no mercado.

Veja o que nossos alunos falam

Veja o que produzimos
nas últimas aulas

Conheça os professores

Ricardo Tatoo

Paulistano, formado em desenho industrial e pós graduado em direção de arte, Ricardo Tatoo, como é conhecido, foi um dos primeiros artistas a atuar com o “stencil-grafitti” no Brasil.

Já teve seu trabalho exibido em galerias de arte e em intervenções públicas e privadas do Brasil e da Europa, e acredita que a revolução vem pela educação, direcionando sua arte para o contexto social. Como diretor de arte, desenvolveu a linguagem visual de campanhas, desfiles, eventos e marcas importantes de moda, como a grife Cavalera.

Esteban Rico

Esteban Javier Rico é designer gráfico, formado pela faculdade de arquitetura, desenho e Urbanismo da Universidad de Buenos Aires, onde é professor nos cursos de Design Gráfico e Edição. Também é professor do curso de pós graduação em Estratégia e Gestão no Design na Universidad Nacional del Noroeste de la Provincia de Buenos Aires. Sócio e diretor do Grupo KPR, possui mais de 20 anos de carreira profissional interdisciplinar em design estratégico.

Carlos Motta

“Quando pequeno, tive uma relação bem conturbada com o aprendizado. Pela família, tentei cursar direito e publicidade, mas ambos vendiam coisas em que eu não acreditava. Quando conheci Marcenaria tudo mudou e nunca tive tanta vontade de estudar. Desde então, luto pelo aprendizado associado ao prazer.”

Carlos Motta é um premiado designer e arquiteto formado pela FAU/Brás Cubas. Hoje, suas peças podem ser encontradas em locais como o Palácio da Alvorada, o MAM e a Basílica de Nossa Senhora Aparecida.

Glauber Kotaki

Glauber Kotaki tinha 12 anos quando se perguntou para o quê servia a ferramenta de lupa do Paintbrush. Hoje, ele é artista gráfico e trabalha com Pixel Art e animação para jogos. Entre alguns dos games em seu portfólio estão Rogue Legacy, Duelyst, Chasm, Full Metal Furies, Murder e Deep Dungeons of Doom.

Para conferir mais trabalhos do Glauber, confira o seguinte seu site e redes sociais:

https://glauberkotaki.com/
https://www.instagram.com/glauberkotaki/

Gustavo Piqueira

“Tornei-me designer gráfico quando entendi que ser designer significa ser responsável pela elaboração da linguagem visual de quase tudo. Percebi aí a oportunidade que eu teria de, através do meu trabalho, viver diversos mundos, conversar com diversas pessoas, e inserir a minha visão pessoal em diversos projetos.”

À frente da Casa Rex, Gustavo Piqueira já recebeu mais de 500 prêmios internacionais de design gráfico. Sua vasta área de atuação é reflexo do modo como enxerga design: como um diálogo. Quanto mais se dialoga, mais rica torna-se a experiência profissional. Como frutos dessa postura, assistimos não apenas seu livre trânsito por todas as áreas do design gráfico, mas também a remoção das habituais fronteiras da profissão, expandindo sua atuação por ilustrações, objetos, tipografia e culminando nos 30 livros de sua autoria já publicados (que você pode conhecer clicando aqui), todos marcados pela livre mistura entre design, história, arte e literatura.

A Casa Rex já foi reconhecida, consecutivas vezes, como a melhor agência de design brasileira.

Rafael Costa

Rafael Costa é designer gráfico especialista em caligrafia, lettering e ilustração.

Em 2012 desenvolveu seu primeiro blog sobre design chamado “Design Zero Um”, onde compartilhava seus conhecimentos sobre design. Em 2018 teve seu blog incorporado ao conteúdo do Clube do Design, um dos maiores e mais importantes blogs sobre design no Brasil e o maior canal sobre  o tema no YouTube com mais de 350 mil inscritos (e crescendo).
Rafael também atua como ministrador de oficinas presenciais de desenho, caligrafia e lettering para artistas, profissionais criativos e entusiastas do desenho de letras, sempre procurando novas oportunidades de compartilhar seu conhecimento.

Leandro Spett

“Comecei desenhando desde pequeno como praticamente todos os desenhistas fazem. Na verdade, assim como toda criança faz. Enquanto algumas param, outras continuam. Eu fui uma daquelas que continuou.” Leandro Spett é um premiado cartunista, caricaturista e artista plástico, formado pela ESPM. Aprendiz de Paulo Caruso e Gonzalo Cárcamo, Spett já possui obras em países da Europa.

André Poppovic

Designer e arquiteto formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo/USP em 1979, André Poppovic faz parte da segunda geração de designers formados no Brasil. Possui um background multidisciplinar, que lhe permitiu uma atuação expressiva transitando em diversas áreas do design sob o olhar da identidade de marca.

Sócio fundador da Oz Design, desenvolveu projetos de Branding, Identidade Visual, Embalagem, Editorial, Sinalização, Ambientação e Varejo, consolidando a empresa como uma das 5 maiores do Brasil. Entre seus clientes estão: Coca-Cola, Kimberly-Clark, Crédit Suisse Hedging Griffo, Unilever, Natura, Hospital Sírio Libanês, Hospital Einstein, Aeroporto de Viracopos, Sarah Lee, UOL, Nike, Porto Seguro e muitos outros.

André foi co-responsável pela fundação da diretoria da ADG Brasil, e foi Coordenador Executivo das V e VI edições da Bienal de Design Gráfico ADG/ Brasil.

Concebeu e coordenou a primeira edição do Prêmio Brazil Design Awards, em 2009, além de ser membro do Comitê Organizador da Brazil Design Week, nesse mesmo ano.

Foi jurado na categoria de Design no Festival Cannes Lions 2010 e Wave Festival 2011.

Eleito Empresário do Ano pelo Prêmio Colunistas 2011.

Eleito presidente da ABEDESIGN em 2015.

Atualmente é Head de Diversidade Estratégica na Taba.
tabahub.com.br

O percurso para se tornar um Designer de mão cheia

Prepare-se para elevar o nível do seu trabalho, aprender técnicas, compartilhar experiências e estar em contato direto com todos esses experts durante toda sua jornada.

Confira tudo o que você vai aprender:

Etapa 1 | Conceitos de Design: a simplicidade na criação de peças

Ampliando a sua visão sobre o design e todas suas potencialidades

  • Quais são os principais conceitos do design gráfico e como aplicá-los ao seu trabalho com maestria
  • Como usar os hábitos e a biologia humana para criar designs ainda mais assertivos
  • As interseções entre design e arte, e como o ativismo ambiental pode transformar a sua carreira
  • A diferença entre a produção industrial e a artesanal
  • Estudo de caso na prática: seu professor vai abrir seu studio a você para mostrar a importância da experimentação na ergonomia e no processo de criação de cadeiras, desde a elaboração dos desenhos até a escolha dos materiais; entendendo os ângulos e quadros elaborados para diferentes propósitos
  • Projeto final: Transformar um projeto bidimensional em uma peça tridimensional.

Etapa 2 | Design Gráfico: exercícios para elaboração de linguagem visual

Ampliando a sua visão sobre o design gráfico e todas suas potencialidades

  • Exercícios e simulações de comportamento de clientes, expondo briefings e estipulando parâmetros e abordagens que te incentivarão a encontrar soluções para pedidos absurdos, prazos apertados e limitações de orçamento
  • Como lidar com demandas muito específicas, sem margem para distanciamentos criativos no resultado final
  • Como lidar com as limitações técnicas, sejam elas de verba, prazo ou outros impedimentos
  • Como utilizar o poder de síntese para expressar um conceito e a importância de conhecer o público final para a definição de elementos que componham o projeto gráfico
  • Como ter um olhar crítico e original para o próprio trabalho e seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Etapa 3 | Infodesign: a importância do design de informações no mundo contemporâneo

  • Entenda os conceitos básicos do Infodesign, também conhecido como design da informação
  • Panorama sobre a evolução da internet e a eclosão do fenômeno das redes sociais, que abriu para o campo do design um novo chamado para intervenção
  • Qual o papel do designer de informação na construção de um valor agregado que não possa ser explicado com um texto
  • O Infodesign como um processo de comunicação, mas sobretudo como um processo de revelar conhecimentos
  • Qual a posição do design gráfico e o papel que ele cumpre dentro de um campo disciplinar novo como o do design de informação.

Etapa 4 | Design de Sinalização: passo a passo para a implementação de um projeto de wayfinding

  • Entenda a importância de um projeto de sinalização criterioso e a sua relevância para a sociedade
  • Detalhamento das etapas de um projeto de sinalização do começo ao fim, como projeto gráfico, projeto executivo, logística de produção e implementação, protótipos, etc
  • Descubra o que se deve ter em mente e quais as técnicas para se entender as necessidades do usuário e realizar um briefing assertivo
  • Através de exemplos de projetos desenvolvidos, você entenderá como a sinalização pode valorizar um projeto ao ser utilizada como expressão de marca
  • Acesso a diversos cases, planilhas e projetos, além de dicas importantes para garantir o sucesso de cada etapa.

Etapa 5 | Graffiti Stencil: arte urbana para todos

  • Entenda o uso de diferentes ferramentas como pincel, spray, objetos 3D e rolo de tinta, além de dicas para compras dos materiais
  • A percepção do que é relevante e o que é desnecessário quando a arte é reproduzida nas ruas ou em outros contextos
  • Tudo sobre segurança, ética e identificação do autor no grafite
  • Processo de stencil: criação do molde até a impressão e o acompanhamento de uma gráfica, sua aplicação e acabamentos
  • Como realizar o alinhamento dos desejos do cliente com a sua forma de trabalho, como precificar e a importância de conhecer de perto e analisar todo o local de aplicação da arte stencil.

Etapa 6 | Pixel Art: fundamentos e aplicação em games

  • Os fundamentos da técnica e os principais desafios que envolvem a criação do Pixel Art e exercícios para colocar em prática os conhecimentos
  • Treinamento do olhar para evitar erros comuns, contornar obstáculos e enriquecer seu trabalho
  • Descubra o que é necessário para produzir projetos de forma profissional - e leve seu Pixel Art ao próximo nível
  • Os conceitos de Anti-Aliasing, Sel-Out, Banding, Pillow Shading e Hue Shifting
  • O bê-a-bá da direção de arte, etapas de criação, iluminação, gerenciamento de pixels, desenvolvimento de personagens e animação

Etapa 7 | Introdução à caricatura: muito além dos defeitos

  • Como escolher seu Lápis, Nanquim e materiais que mais se adaptam ao seu estilo e às necessidades de cada técnica
  • Tudo sobre o processo de observação, proporção e volume
  • Aprenda o domínio da técnica do lápis: como criar volume ao trabalhar luz e sombra, e como treinar o olhar para encontrar proporções que fazem a diferença na hora do reconhecimento facial
  • Entenda mais sobre o controle do nanquim, sua maleabilidade no papel e a diferença de traços em comparação ao lápis
  • Criação de detalhes e volume com a utilização do nanquim.

Etapa 8 | Caricatura em aquarela: técnicas para trabalhar cores, luz, sombra e volume

  • Como escolher os papéis e pincéis adequados para a prática da aquarela, e as principais marcas de tintas e suas recomendações de uso
  • Observação da luz e das tonalidades da paisagem para elaborar a composição de cores, além de elementos que trazem mais precisão, contraste e profundidade ao desenho
  • A marcação de cores e sombras em pontos específicos do rosto caricaturado
  • Traços e manchas complementares à composição de brilhos, sombras e volumes da caricatura
  • Aspectos do rosto e trabalho com o cabelo, as sobrancelhas e as marcas de expressão.

Etapa 9 | Lettering - Fundamentos Básicos

  • Entenda o que diferencia o lettering da tipografia e da caligrafia
  • Descubra as principais vantagens do lettering como solução gráfica para um projeto, frente ao uso de fontes gratuitas e templates prontos
  • Conheça as características dos principais materiais utilizados para essa técnica, entre eles: penas, canetas brush, canetas de ponta quadrada, canetas posca, lapiseiras, canetas de nanquim, lápis, réguas e papéis
  • Aprenda a construir a estrutura que dá suporte para a criação das letras, através de marcações de altura, espaçamento e inclinação, além de elementos chave como ornamentos, espessura e contraste, que garantem a harmonia de uma composição
  • Acompanhe o passo a passo do desenvolvimento de um desenho de lettering e veja como os princípios ensinados são aplicados na prática, das marcações ao acabamento.

Etapa 10 | Brush Lettering: caligrafia com caneta pincel

  • O que é o lettering: reflexões sobre as principais características dessa técnica de desenho de letras e apresentação de técnicas
  • Tudo sobre as canetas do tipo brush (ponta de pincel): traçados e composição de pontas
  • Construção de linhas guias e importância de se fazer esboços e sketchs preliminares
  • Como realizar contraste no Lettering e como trabalhar luz e sombra para realizar efeitos que deixam as letras com um acabamento mais atraente
  • Como elaborar Ligaduras para garantir a boa ornamentação e legibilidade das letras

Etapa 11 | Caligrafia: arte e técnica com caneta paralela

  • A história da caligrafia e sua evolução, alfabeto Fraktur e as características do desenho das letras
  • Informações técnicas e apresentação de canetas: espessuras, fluxo de tinta, como manusear e relação com o nível de dificuldade
  • Exercícios para melhorar o domínio da mão e consequentemente o traçado utilizando a caneta, como fazer reparos e apagar linhas sem danificar o papel
  • Como organizar na folha de papel os elementos que irão compor o trabalho de uma forma harmoniosa e esteticamente agradável
  • Exercício prático para a criação de uma composição caligráfica.

Etapa 12 | Lettering avançado

  • Aprenda os conceitos para transformar letras em projetos visuais atraentes através da tipografia, um dos principais campos de estudo do design e com certeza aquele que merece maior atenção por parte dos designers gráficos
  • Como o lettering pode ser um ótimo caminho para desenvolver identidades visuais singulares, que dialoguem com a proposta específica de cada marca
  • Aprenda os princípios básicos que caracterizam tipografia, caligrafia e lettering e suas aplicações
  • Apresentação dos passos que compõem o processo de construção do lettering desde sua preparação e planejamento, até desenvolvimento, e por fim, refinamento
  • Construção de lettering desde seu “esqueleto” até a definição de contraste, ligadura e swash, elementos-chave da composição de lettering

Designer de mão cheia

Novos caminhos e técnicas para conseguir mais trabalho como Designer

Aprenda as técnicas que estão sendo mais demandas por clientes!

Presentar
Categorias: ,